Alta Fidelidade


Viviane Fontoura, Recife, PE
Sem pretensão nenhuma de imitar Nick Hornby... mas o cardápio aqui inclui música (lógico), literatura, cinema, automobilismo, e o que mais der na minha telha :)

Comentários?
viviane.fontoura@gmail.com

"I want to be all that I am capable of becoming"
(Katherine Mansfield)

on-line




My addiction



One of my many passions







My English Blog (stand-by mode)
High Fidelity


My fotolog
Private Paradise


My job
Fisk


Favourite Blogs

A Turma La da Rua
Adega Giamatti
Adios Lounge
Afrodite
Aleatorio
All things
Annix
Anyway Blog
Aloha Brasil
Biscoito Doce
Blog da Jackie
Blowg
Bocozices
Bolsa Amarela
British Point
Buraco de Traca
Call me James
Canelinha
Catapop
Cinema Cuspido e Escarrado
O Cinematographo
ClaraBeauty Journal
Coisas dessa Vida tao Cigana
Dating in LA
Deia LiveJournal
De Lua e Estrela
Discoteca Basica
Dont Touch my Moleskine
Drops da Fal
Emiliana
Enloucrescendo
Epinion
Even Better than the Real Thing
Febre Alta
A Feminista
Flabbergasted Versao 2
Fserbcombr
Gente
Head Over Feet
HunnyBunny
I dont mind a rainy day
InternEtc.
Interney
Intervencoes Sonoras
In Vitro
Jambock Times
A Janela Laranja
Uma Janela pro Ceu
Kaleidoscopio
Kawaii no Tenshi
Kibe Loco
Lady Macbitch
Leite de Cobra
As Letras da Sopa
Like a Fool
Lion's Den
Literatus
Lord Broken Pottery
mgib
Mme Mean
Make it Happen 5.0
Mark Simmons
Meet Za Monster
Meltoni
A Menina do Didentro
Meus Gatos sao Lindos
Miguio
Momento Descontrol
Morfina
Mui Gats
Nao Discuto
Neil Gaiman
New Alriada Express
No Bunker da Amber
Nothing Simple is Ever Easy
Obsessions
A Ostra e o Vento
Palavras e Coisas
Papel de Pao
Papel Pop
Para Francisco
Uma Paraiba em SP
Pausa para o Cigarro
Peixes Banana
Pensamentos Imperfeitos
Pensar Enlouquece
Pergunte a Noosfera
Poemas, Cigarros e Polaroides
Ponto Pessoal
Post de Gasolina
Quarto Piso
Quilombo dIdeia
Quintal Virtual
Samambaia Psicotica
Save Yourself
Scarlet Letters
Segunda Impressao
Shaggapress
Sindrome de Estocolmo
Smells Like Shit
Sonhando Acordadas
Sorvete de Casquinho
Sucrilhos e Bigornas
Tempo Imaginario
Think Bing
Toco cru pegando fogo
Tome uma xicara de cha
O Trabalho Liberta
Uma Dama nao Comenta
Veneno Anti-Monotonia
Ventilador
Virág
Wil Wheaton
World is Mine
You Give me Fever
Zel

No meu stereo...

Arctic Monkeys
Badly Drawn Boy
The Beatles
Belle and Sebastian
The Cardigans
The Charlatans
Coldplay
Damien Rice
Dave Matthews Band
David Gray
doves
Echo & the Bunnymen
Foo Fighters
Franz Ferdinand
James
James Blunt
Kaiser Chiefs
Keane
The Killers
Manic Street Preachers
Morrissey
Muse
Oasis
Pearl Jam
Placebo
Radiohead
R.E.M.
Robbie Williams
Snow Patrol
Sonic Youth
Stephen Malkmus
Suede
Suzanne Vega
Teenage Fanclub
Travis
U2
Weezer
Wilco


Na minha estante...

The Book Thief - Markus Zusak
Bit of a Blur - Alex James
Roses from the Earth: The Biography of Anne Frank - Carol Ann Lee
Can't Buy Me Love - Jonathan Gould


No meu browser...


Cinema:

Adoro Cinema
Box Cinemas
Cinema da Fundacao
Cinema em Cena
Cinemascopio
Filmwise
IMDB
Jo Blo's Movie Emporium
Rotten Tomatoes


Literatura:

About Classic Literature
All Spirit
Donna Tartt
English Verse
Literary Traveler
William Shakespeare


Noticias:

BBC
CNN
Diario de Pernambuco
Epoca
Folha OnLine
Globo
Jornal do Commercio
Jornal Nacional
pe360graus
Pernambuco.com
The New York Times
Reuters


Velocidade:

Amigos da Velocidade
Autosport
CART
Daily F1
Ferrari World
FIA
Formula 1
F1 Girls
F1 Mania
F1 na Veia
F1 na Web
F1 Noticias
Grande Premio
GP Brasil
Jacques Villeneuve
Juan Pablo Montoya
Kimi Raikkonen
McLaren
Motorsport
UOL Esporte F-1
Williams


TV Series:


Alias



Alias TV
Allies


Arquivo X



Official Site

Cast & Crew:
All Things Annabeth
Chimerical (David)
Chris Carter
Chris Carter OnLine
David and Gillian
Minha Traducao do Blog do David
DD Lovers
Dean Haglund
DuchovnyNet
Frank Spotnitz
The Gillian Anderson Gallery
Gillian Anderson Website
Lions Gate Directors (David)
Nicholas Lea
William B Davis

Discussion Forums:
DuchovnyForum
Fandomonium
Haven
Mulder's Refuge
Subsolo

General Info:
Arquivo X Brasil
Deep Background
Idealists Haven
X-Fonte
Inside the XF Transcripts Archive

Fansites & Fanfiction:
Aka Jake
The Annex
Beyond 44:58
Bonetree
Bugs
Catherine Earnshaw
Cathey Scully
Char Chaffin
Christine Leigh
Cybill & XFilesOpus
Dasha K
Dawn
Dawson Rambo
Donna
Donnilee
Enigmatic Dr's Favorites
Ephemeral
eXtensions
Gossamer
In Our Humble Opinion
Jamie Greco
Jerry Canary
Joann Humby
Lydia Bower
Michelle Kiefer
Millennium
Mimic's Musings
Possibilities by Susan
Primal Screamers
Sarah Segretti
Spooky Awards
Syntax 6
Temple of Devotion
Ten
Truthseekers
Two Close for Comfort
X-Files Lost and Found
XochiLovr
X-Sense
Wonderful Fics




CSI



CBS Official Site
CSI Official Site
The Evidence Never Lies


Lost



ABC Official Site
Lost Forum
Lost Links
Lostpedia
Unofficial Site
Jack & Kate
Matthew Fox
Josh Holloway
Evangeline Lilly


24



Kiefer Rocks
The 24 Insider
24 - Official Site
twentyfouronline
24 Weblog


Pense nisso:

Anistia Internacional
Central de Transplantes de PE
Make Trade Fair
Michael Moore
Unicef Brasil


Ajude:

The Breast Cancer Site
Click Arvore
Click Fome
WWF







This page is 
powered by Blogger. Isn't yours?

10/01/2001 - 10/31/2001 11/01/2001 - 11/30/2001 12/01/2001 - 12/31/2001 01/01/2002 - 01/31/2002 02/01/2002 - 02/28/2002 03/01/2002 - 03/31/2002 04/01/2002 - 04/30/2002 05/01/2002 - 05/31/2002 06/01/2002 - 06/30/2002 07/01/2002 - 07/31/2002 08/01/2002 - 08/31/2002 09/01/2002 - 09/30/2002 10/01/2002 - 10/31/2002 11/01/2002 - 11/30/2002 12/01/2002 - 12/31/2002 01/01/2003 - 01/31/2003 02/01/2003 - 02/28/2003 03/01/2003 - 03/31/2003 04/01/2003 - 04/30/2003 05/01/2003 - 05/31/2003 06/01/2003 - 06/30/2003 07/01/2003 - 07/31/2003 08/01/2003 - 08/31/2003 09/01/2003 - 09/30/2003 10/01/2003 - 10/31/2003 11/01/2003 - 11/30/2003 12/01/2003 - 12/31/2003 01/01/2004 - 01/31/2004 02/01/2004 - 02/29/2004 03/01/2004 - 03/31/2004 04/01/2004 - 04/30/2004 05/01/2004 - 05/31/2004 06/01/2004 - 06/30/2004 07/01/2004 - 07/31/2004 08/01/2004 - 08/31/2004 09/01/2004 - 09/30/2004 10/01/2004 - 10/31/2004 11/01/2004 - 11/30/2004 12/01/2004 - 12/31/2004 01/01/2005 - 01/31/2005 02/01/2005 - 02/28/2005 03/01/2005 - 03/31/2005 04/01/2005 - 04/30/2005 05/01/2005 - 05/31/2005 06/01/2005 - 06/30/2005 07/01/2005 - 07/31/2005 08/01/2005 - 08/31/2005 09/01/2005 - 09/30/2005 10/01/2005 - 10/31/2005 11/01/2005 - 11/30/2005 12/01/2005 - 12/31/2005 01/01/2006 - 01/31/2006 02/01/2006 - 02/28/2006 03/01/2006 - 03/31/2006

sexta-feira, dezembro 30, 2005

 
E a faxina continua, obladi-oblada.

E a pergunta que não quer calar é: "mas como diabos eu consegui juntar tanta tralha?"

Ao mesmo tempo, é legal achar coisas que estavam esquecidas no fundo do armário, como o estojo da Oxford University que eu comprei em uma tarde frrrrrriiiia em Oxford (e que provavelmente foi uma das tardes mais fantásticas da minha vida), a bandeirinha da Finlândia que eu ganhei de um casal finlandês (dãããã) em Interlagos, algumas fotos que hoje são meio bittersweet mas que trazem lembranças tão boas.

Planos, expectativas. Ano Novo. :)

(0) comments

 
Pra fechar 2005 com chave de ouro...


Ewan! :)



(3) comments



quarta-feira, dezembro 28, 2005

 
Da Marina:

O Johnny Depp dá vontade de comer em lascas, como um Chocottone.

Noooossa. Imagem mental censuradíssima. Mas não era exatamente no Depp que eu estava pensando - tem bem uns dez na frente dele na minha lista.

(1) comments

 
E seguindo os passos da Gil, vamos à retrosprctiva 2005:

1) Melhor coisa que fiz para mim
Fiz um pé-de-meia razoável pra poder voltar a Londres em 2006.

2) Melhor coisa que fiz para alguém
Adiei os planos de me mudar e decidi ficar em casa enquanto meu irmão está na Alemanha.

3) Melhor coisa que fizeram para mim
A surpresa de aniversário do pessoal da escola.

4) Pior coisa que fiz para mim
Continuei comendo mal e trabalhando mais do que deveria.

5) Pior coisa que fiz para alguém
Tomei a decisão consciente de deixar que os problemas dos outros não me atinjam.

6) Pior coisa que me fizeram
Como bem disse a Gil, usaram quem amo pra tentar me atingir. Deve ser tática comum.

7) O que eu queria ter dito e disse
"Regina, vou ter que parar de trabalhar sábado porque vou voltar pra faculdade" :)

8) O que eu queria ter dito e não disse
"McLaren campeã!!!"

9) O que eu queria ouvir e me disseram
"A seleção pra pós é dia 16".

10) O que eu queria ouvir e não disseram
"Me desculpe, fiz merda."

11) O que disse que ia fazer e fiz
Viajei pra Buenos Aires

12) O que disse que ia fazer e não fiz
O de sempre, voltar pra natação

13) O que disseram que iam fazer por/para mim e não fizeram
Que eu me lembre, nada, graças a Deus.

14) Momento mais feliz
Ah, vários. A comemoração do meu aniversário, o show do Placebo com Gal, Ana e Bruno, o fim de semana da Páscoa em Sampa (Deia!!!), a viagem de férias, a notícia da pós.

15) Momento mais angustiante
A despedida do meu irmão, sem dúvida, e o "sumiço" dele quando chegou na Alemanha.

16) Momento inesquecível
Pousar em Guarulhos com a chuva batendo na janela do avião e Damien Rice tocando.

17) A música ressuscitada do ano
Black, Pearl Jam.

18) A música que me guiou durante o ano
Ah, mas foram várias. The Blower's Daughter do Damien Rice, Somebody told me do Killers, Do you want to do Franz Ferdinand, Bitter End do Placebo.

19) O meu lema foi...
"Não vou deixar que isto me aborreça".

20) A nota para este ano
Um oito e meio tá de bom tamanho. Que venha um dez em 2006 ;)

(2) comments

 
Lerê, lerê

Enquanto o meu irmão saracoteia por Montmartre e pelos Champs-Elysées, eu me "distraio" com uma pilha de workbooks pra corrigir. Humpft.

E eu já levantei aqui a teoria de que esses livros de exercício se reproduzem em ambiente de locker. É sério. Quanto mais eu corrigia, mais tinha. Desesperador. O pior são aqueles alunos que passam o semestre INTEIRO sem entregar o workbook, e no dia da prova final aparecem com OITO unidades feitas. Dá vontade de chorar.

E a perfeccionista descontrolada aqui não consegue corrigir por cima, não. Eu tenho que catar os erros, corrigir tudo, e ainda deixar recadinhos do tipo "pay attention to the tense!!!"

(2) comments

 
"Apartamentos deveriam ser auto-limpantes, como fornos e geladeiras"

O crédito da frase aí em cima vai pra Dra. Ju, que não poderia estar mais certa. Armários e gavetas também deveriam ser auto-limpantes, e vir com uma opção de seleção do que presta e do que não presta.

Três sacolas de roupas devidamente acomodadas nas sacolas e prontinhas pra serem doadas. Minha mãe nem me viu limpar o armário, e foi bom porque ela daria um ataque do tipo "mas minha filha, esses blazers de linho tão novinhos", e eu não vou brigar com ela na semana de ano-novo. Acontece que esses tais blazers de linho (não tão novinhos, na verdade, mas pouquíssimo usados e em um estado quase perfeito) estão guardados desde que eu caí em mim e saí daquele emprego desgraçado de gerente-trainee no Bompreço (meu Deus, isso foi em 94). Eu tinha que andar no salto, maquiada e vestir aquelas coisas bem tipo executivo que não têm NADA a ver comigo (não que eu não ande no salto hoje, mas é por escolha e não por obrigação - e além disso eu só sei dirigir de salto). E todo aquele guarda-roupa inútil ficou aqui, sem uso e ocupando espaço (e, provavelmente, acumulando uma energia nada boa).

2006 vai ser um ano novo em vários aspectos - curso novo, apartamento novo, a viagem pra Edimburgo - e um ano de resgatar coisas boas do passado, como ir a Londres e voltar a estudar francês. Está mais do que na hora de abrir espaços novos, portanto, na casa e na alma.

(3) comments



sábado, dezembro 24, 2005

 
Programa de Índio?

Pois era o que parecia: virar a noite de 23 pra 24 de dezembro no shopping lotado de caça-presentes-de-última-hora, criancinhas escandalosas e ainda arriscar um assalto básico na saída, que Boa Viagem anda terra sem lei.

Que nada. Poucas vezes me diverti tanto numa antevéspera de Natal. Boa companhia, bons filmes (uma bobagenzinha com Mark Ruffalo que já abre com Just Like Heaven, do Cure, e a sessão saideira de Em Seu Lugar com direito a uma choradinha discreta no final, com aquele poema do e.e.cummings...), boa música, o DVD de Razão e Sensibilidade por módicos 19,99 e a trilha de Elizabethtown na sacolinha. E risadas, muitas risadas.

No fundo, basta a gente ter o espírito aberto pra alegria.

(6) comments

 
Feliz Natal pra todos, Feliz Natal


Have yourself a merry little Christmas,
Let your heart be light
From now on,
our troubles will be out of sight

Have yourself a merry little Christmas,
Make the Yule-tide gay,
From now on,
our troubles will be miles away.

Here we are as in olden days,
Happy golden days of yore.
Faithful friends who are dear to us
Gather near to us once more.

Through the years
We all will be together,
If the Fates allow
Hang a shining star upon the highest bough.
And have yourself A merry little Christmas now.

(3) comments



sexta-feira, dezembro 23, 2005

 
Gente fanática é assim mesmo

Se tem mais 24-maníacos por aí que estão contando os dias pro início do Day 5, isto pode ajudar a aguentar a espera.

E tem um pessoal da segunda temporada voltando, pelo que eu li no imdb. Oh-oh.

(2) comments



quinta-feira, dezembro 22, 2005

 
Acho que vou comprar um ;)


(0) comments

 
Soundtrack for New Year's


Next year, things are gonna change
Gonna drink less beer, and start all over again
Gonna read more books, gonna keep up with the news
Gonna learn how to cook, spend less money on shoes
I’ll pay my bills on time, and file my mail away, everyday
Only drink the finest wine, and call my Gran every Sunday

Resolutions, baby they come and go
Will I do any of these things? The answers probably no
If there’s one thing I must do, despite my greatest fears
I’m gonna say to you, I felt all of these years
Next Year
Next Year

I’m gonna tell you how I feel
I‘m gonna tell you how I feel

Resolutions, baby they come and go
Will I do any of these things? The answers probably no
If there’s one thing I must do, despite my greatest fears
I’m gonna say to you, I felt all of these years
Next Year
Next Year

(Jamie Cullum)

(0) comments

 
Saldão do dia

Vinte e oito provas corrigidas, vinte e oito boletins preenchidos.

E tem quarenta e dois pra amanhã.

/desperate mode on

(0) comments

 
Ossos do ofício

Passar três dias soterrada sob uma montanha aparentemente infindável de provas.

Não tem a menor graça, garanto.

(1) comments

 
Tuesday Night



Foto roubada descaradamente do blog da Ju ;)

(2) comments



domingo, dezembro 18, 2005

 
O surto de PJ

Porque só pode ter sido um surto, sabem? O Oscar subiu à cabeça, e Peter Jackson bateu pino. King Kong é um filme medíocre, comparado com a magnífica trilogia do Senhor dos Anéis.

Jack Black, Naomi Watts e Adrien Brody fazem o que podem com um roteiro que privilegia T-Rexes e criaturinhas rastejantes e nojentas. Eu sou fã dos três atores e me doeu ver o talento deles tão desperdiçado. Ainda assim, o casal central consegue imprimir alguma dignidade ao filme - que em certas horas parece mais uma paródia de Jurassic Park.

Decepcionante.

Pra compensar o fiasco, eu, Gal e Kelnner fomos ver o russo Guardiões da Noite - que tem tudo pra virar um mega-cult. Surpreendente e despretensioso, o extremo oposto do macacão do PJ.

(2) comments

 
O clube bem-amado do meu irmão



Tá feliz, hein, piá?

(0) comments



sexta-feira, dezembro 16, 2005

 
Whoo-hoo

Me dei MUITO bem na seleção da pós. A prova foi sobre Blake. Olhei o texto e dei risada. Logo um dos meus queridinhos! (os meus quatro Williams - Shakespeare, Yeats, Wordsworth e Blake)

Então, estou saindo pra um jantar très-chic e vou me acabar na champagne pra comemorar. ;-)

(2) comments

 
Big Day

A entrevista da pós-graduação é hoje. Cruzem os dedinhos por mim.

(0) comments

 
Indignação

COMO ASSIM, VÃO MUDAR A COR DAS MCLARENS PRA LARANJA?????????????



M-E-D-O.

(4) comments

 
Descontrole hormonal do dia

Comentário descaradamente mulherzinha, mas dane-se.

Acordei ontem, liguei a televisão e dei de cara com o jogo do Liverpool, que vai pegar o São Paulo domingo no Japão. Obviamente vou torcer pelo São Paulo, porque eu não quero que o meu irmão tenha um ataque cardíaco fulminante em Bremen. Mas, meninas, vejam isto.



O rapaz atende pelo nome de Steve Gerrard e deve estar (oba!) na seleção inglesa que vai pra Copa. PSI, meninas, PSI. Vocês sabem do meu ponto fraco.

(2) comments

 
Great Minds Think Alike

A Beth-fada-fofa escreveu um post sobre esta música há alguns dias - coincidentemente, eu estava com o CD do Damien Rice no som do carro. E eu concordo com ela -- poderia ouvir Damien Rice por dias.

Nothing unusual, nothing strange
Close to nothing at all
The same old scenario, the same old rain
And there's no explosions here
Then something unusual, something strange
Comes from nothing at all
I saw a spaceship fly by your window
Did you see it disappear?

Amie come sit on my wall
And read me the story of O
And tell it like you still believe
That the end of the century
Brings a change for you and me
Nothing unusual, nothing's changed
Just a little older that's all
You know when you've found it,
There's something I've learned
'Cause you feel it when they take it away

Something unusual, something strange
Comes from nothing at all
But I'm not a miracle
And you're not a saint
Just another soldier
On the road to nowhere

Amie come sit on my wall
And read me the story of O
And tell it like you still believe
That the end of the century
Brings a change for you and me

And Amie come sit on my wall
And read me the story of O
And tell it like you still believe
That the end of the century
Brings a change for you and me



E ouvindo o comecinho de "Twentysomething", do Jamie Cullum, voltando pra casa ontem, comecei a dar risada sozinha. Não é que parece mesmo comigo?


After years of expensive education,
a car full of books and anticipation,
I’m an expert on Shakespeare and that’s a hell of a lot
but the world don't need scholars as much as I thought


Como diria Rob Fleming, a música define mesmo a minha vida.

(1) comments

 
Findie cinematográfico

Pra não perder o hábito, claro.




(0) comments

 
A very proud teacher, indeed

Hoje é a última aula pra turma do vestibular, e eu tenho que babar os meus alunos aqui: todos os quatro passaram na primeira fase da Federal, e a Marianna passou em Direito na Católica.

:)

E, last but not least, um parabéns mais que merecido pra Gabi, que achava que não ia passar... boba! ;)

(1) comments



quinta-feira, dezembro 15, 2005

 
Obcecada, eu? Magiiiina.


(0) comments

 
Descoberta da semana



E um big thank you a Roberta.

Maravilhoso. A versão de "Lover, you should have come over", do Jeff Buckley, é pra chorar baldes.

E tem "I could have danced all night", da trilha de My Fair Lady!

(0) comments



quarta-feira, dezembro 14, 2005

 
Trilha sonora do dia

Black

Hey...oooh...
Sheets of empty canvas, untouched sheets of clay
Were laid spread out before me as her body once did
All five horizons revolved around her soul
As the earth to the sun
Now the air I tasted and breathed has taken a turn
Ooh, and all I taught her was everything
Ooh, I know she gave me all that she wore
And now my bitter hands chafe beneath the clouds
Of what was everything?
Oh, the pictures have all been washed in black, tattooed everything...

I take a walk outside
I’m surrounded by some kids at play
I can feel their laughter, so why do I sear
Oh, and twisted thoughts that spin round my head
I’m spinning, oh, I’m spinning
How quick the sun can, drop away
And now my bitter hands cradle broken glass
Of what was everything (note the lack of question mark)
All the pictures have all been washed in black, tattooed everything...
All the love gone bad turned my world to black
Tattooed all I see, all that I am, all I’ll ever be...yeah...

Uh huh...uh huh...ooh...
I know someday you’ll have a beautiful life, I know you’ll be a star
In somebody else’s sky, but why
Why, why can’t it be, why can’t it be mine

(Pearl Jam)

(2) comments

 
Minha irmã estaria fazendo 35 anos hoje.

Ela não está conosco por causa da estupidez de uma médica que cometeu um erro de diagnóstico grosseiro e fez com que minha mãe, que tem um metro e 53 e pesa 47 quilos, tentasse um parto normal de uma criança com quase quatro quilos e 59 centímetros. Um erro de diagnóstico grosseiro que causou uma dor que eu não tenho a menor idéia da dimensão. O pouco que eu ouvi, e mesmo assim muito recentemente, só confirmou minhas suspeitas de há tempos. Certas dores diminuem com o silêncio, e com o tempo, mas no fundo elas nunca vão embora.

Minha mãe foi aconselhada a não tentar outra gravidez antes de dois anos. Eu nasci um ano e três meses depois. Eu não sei se teria a coragem dela -- provavelmente não.

Meu pai e meu avô decidiram não levar o caso à Justiça para poupar minha mãe de um sofrimento maior, ou pelo menos é o que eu imagino. Se estivesse nas minhas mãos, essa mulher deveria ter o diploma rasgado, mas enfim, eu acredito em uma justiça maior.

O que fica em todo 14 de dezembro é aquela sensação do que poderia ter sido e nunca foi. Como ela seria hoje, será que seríamos amigas, ou se não teríamos absolutamente nada em comum. Se ela estaria casada, se teria filhos, se daria aos meus pais os netos que eu não penso em dar. Se o meu irmão seria duplamente mimado, com duas ao invés de uma pra dar tudo o que ele quer.

Minha irmã viveu sete dias, e em 35 anos nunca deixou o coração da gente - porque meus pais fizeram questão de mantê-la viva.

(7) comments



terça-feira, dezembro 13, 2005

 
It's called obsession



O livro segue o formato da série - cada capítulo corresponde a uma hora - e a história se passa poucos meses antes da primeira temporada. Pra quem é 24-maníaco... tem no site da Livraria Cultura, nem precisa mandar buscar na Amazon :)

(0) comments

 
Parem o mundo que eu quero descer

Certos dias eu realmente queria ter um guarda-roupa com um fundo falso que fosse dar num mundo bem distante. Só pra ficar livre das responsabilidades por um tempo.

Eu sou dura na queda, mas às vezes seria bom ter um descanso. E parece que quando o peso resolve desabar, desaba de vez e por todos os lados.

Mantra do dia: só falta uma semana pro recesso, só falta uma semana pro recesso, só falta uma semana pro recesso.

(0) comments



segunda-feira, dezembro 12, 2005

 
Porque a magia é necessária


(2) comments



sábado, dezembro 10, 2005

 

HAPPY BIRTHDAY, EXPE!!


(2) comments



quinta-feira, dezembro 08, 2005

 
Cof, cof, cof

Vocês não têm noção (ou talvez tenham, sim) do quanto CD e livro junta poeira, por mais que se limpe os danadinhos.

Cof, cof, cof, e haja papel-toalha e álcool.

Diálogo da tarde:

D. Alice: "Mas, minha filha, afinal de contas quantos CDs você tem?"
eu: "Não sei, mãe."
D. Alice: "Mas como, não sabe? Não é você quem compra?"
eu; "Sou, mãe, mas já faz anos que eu parei de contar. Já enchi aquela caixa lá no quarto do Júnior e tem essas pilhas que você tá vendo aí na prateleira. E na penteadeira. E na mesa do computador. E na estante do pai lá na sala..."
D. Alice: "..."

Meus pais definitivamente não sabem a louca que puseram no mundo, ou fingem que não sabem :P

(2) comments

 
Feriado

Por mais que a gente ache o cúmulo a quantidade de feriados nesse país, a verdade é que de vez em quando eles são mais que bem-vindos. Obviamente, para a maioria das pessoas a data de hoje não passa de uma boa desculpa pra ir torrar na praia.

Eu nunca fui do tipo que sobe morro e reza novena, mesmo vindo de família católica por parte de mãe e de pai. Aliás, em termos de religião, eu sou quase coluna do meio - sou espírita por convicção, mas nunca tirei a medalhinha abençoada pelo Papa que minha avó me deu da carteira.

E, acredite você ou não, que Nossa Senhora cuide de todos nós.

(0) comments

 
25 anos

There are places I’ll remember
All my life though some have changed
Some forever not for better
Some have gone and some remain
All these places have their moments
With lovers and friends I still can recall
Some are dead and some are living
In my life I’ve loved them all

But of all these friends and lovers
There is no one compares with you
And these memories lose their meaning
When I think of love as something new
Though I know I’ll never lose affection
For people and things that went before
I know I’ll often stop and think about them
In my life I love you more

Though I know I’ll never lose affection
For people and things that went before
I know I’ll often stop and think about them
In my life I love you more
In my life I love you more

(1) comments



quarta-feira, dezembro 07, 2005

 
I'm only happy when it rains... but not that much

Despencou o mundo em cima de Recife ontem e dezembro virou julho. É fato que eu adoro chuva - gosto do céu nublado, do ventinho frio, do cheiro que a chuva deixa no asfalto. Mas chuva é uma coisa, tempestade é outra beeeem diferente, principalmente quando você mora em uma cidade que alaga depois de cinco minutos.

A coisa foi tão séria que achei melhor deixar o carro em casa - a Zona Sul sempre vira um caos porque as duas maiores vias de acesso ao centro se transformam em rios, e eu não vou me arriscar a ficar boiando no meio da Mascarenhas de Moraes. Peguei o bom e velho táxi e sinceramente tive medo no caminho - a água batia no meio da porta.
Daí que chego no Ibratec e... cadê energia? Um transformador da Celpe pipocou e deixou até o aeroporto sem luz. Mandei os dois alunos que tiveram coragem de enfrentar o temporal de volta pra casa e fiz a mesma coisa.

Eu já estava xingando Murphy quando Dulce, a coordenadora da pós em Literatura na Fafire, me liga com a notícia do curso. Daí pra frente, o Katrina poderia ter chegado aqui e eu não teria me incomodado. :)

(1) comments

 
Meu maior projeto em 2006

CURSOS DE ESPECIALIZAÇÃO EM LETRAS
PÓS-GRADUAÇÃO EM LITERATURA DE LÍNGUA INGLESA

Público alvo:
Graduados em Letras e áreas afins.

Objetivo:
Promover a melhoria do desempenho profissional do educador/crítico na área da Literatura de Língua Inglesa no ensino da referida língua e suas literaturas.

Carga horária: 390h

Período: Fevereiro de 2006 a Dezembro de 2006
Horários: sexta (Tarde), sábado ( Manhã)

Estrutura Curricular / Disciplinas

Relações Interpessoais
História da Literatura de Língua Inglesa
Língua Inglesa e Estilística
Teoria e Crítica do Texto Literário de Língua Inglesa
Teoria do Texto Dramático
Teoria do Discurso Poético
Teoria do Discurso Narrativo
Períodos e Movimentos Literários I
Períodos e Movimentos Literários II
Literatura Comparada
Fundamentos Sócio-Antropológicos da Educação
Didática do Ensino
Metodologia da Pesquisa

Preciso dizer que estou feliz da vida?

(2) comments



segunda-feira, dezembro 05, 2005

 
Novo habitante da minha estante


(4) comments



domingo, dezembro 04, 2005

 
Cleaning Up, part II

Dei um tempo nos livros e estou encaixotando os CDs - com muito plástico bolha no meio, pras caixinhas não racharem. Se eu me conheço bem, e lá se vão quase 34 anos, se a mudança demorar muito vou dar um surto qualquer dia e esvaziar a caixa inteira tentando achar AQUELE CD ou livro que Murphy me soprou no ouvido que colocasse bem no fundo.

Mas cada um dos meus livros, e dos meus CDs (eu sou MESMO Rob Fleming de saias) tem uma historinha; vários têm uma pessoa envolvida, e poucos, graças a Deus, são aqueles que eu até evito ouvir por causa de um ou outro episódio desagradável. É até engraçado que esse limpa-quarto aconteça no final do ano, porque faxina na casa é faxina na vida, de um certo modo; mas o barato da coisa é parar com um CD na mão e pegar uma máquina do tempo, ser catapultada imediatamente de volta ao Molson Amphitheatre, em junho de 2000 (com o Bloodflowers, do The Cure, que ainda tem o ingresso do show dentro), ou pra Camden Town, em julho de 98 (o Pure, do Lightning Seeds), ou pras farras na Non-Stop durante todo o segundo semestre de 97 (1977, do Ash, e o primeiro do Suede).

A trilha sonora da semana, a propósito, é City of Blinding Lights. Por razões óbvias.

(0) comments

 
Foi o jornalista Marcello Rollemberg quem escreveu o texto abaixo. Mas poderia ter sido eu. Cada palavra dele poderia ter sido minha.

"O que importa é que me sinto em casa em Londres: me emociono quando chego, me entristeço quando passo pelo último portão de Heathrow ou Gatwick e me preparo para pegar o avião de volta para o Hemisfério Sul. Caminho pelas suas ruas como na canção do Caetano, "nowhere to go", e concordo com ele: "London, London is lovely so". Gosto, como VS Naipaul escreveu uma vez, de me perder por ruelas antiquíssimas e desconhecidas, faço questão de me sentar à beira da fonte de Piccadilly Circus e de passar pelo menos uma tarde em St. James's Park. Vou me misturando à multidão e, como o tal camaleão da canção de Boy George, me mimetizo e me confundo com a paisagem. Ou pelo menos tento."

Eu vou voltar à minha Londres - minha, sim, porque cada um que ama uma cidade possui um pouco dela - em julho, e sei que vou cair em prantos assim que chegar à Strand, ver Trafalgar Square, e olhar à esquerda logo depois da Charing Cross Station e conseguir ver o Parlamento. E não vejo a hora de mostrar pro meu irmão a sacada onde Churchill fez seu discurso no dia da vitória, e de me sentar no gramado do lado da Abadia de Westminster e ver o sol se pôr (às dez da noite), e de andar por Southbank da Torre de Londres até a Westminster Bridge, e de tomar um café na Oxford Street vendo os doubledeckers passando e me sentindo em casa mais uma vez.

Nem todo mundo casa com o amor da sua vida, mas sabe quando encontrou. Da mesma forma, nem todo mundo pode viver na cidade que escolheu como seu lugar no mundo. Mas é um conforto e uma alegria saber que ela existe.

(Este post também é pra Nádia, que ama Londres tanto quanto eu)

(3) comments



sábado, dezembro 03, 2005

 
Friends will be friends

Porque não há nada como ter uma amiga com a qual dividir uma tarde no cinema, a batatinha frita, e um súbito impulso de entrar numa loja de sapatos e comprar o mesmíssimo All-Star preto, só porque alguém disse que é preciso ter um depois dos vinte.

Ou dos trinta, no meu caso, doesn't matter.

E o filme que prometia ser bobinho me levou às lágrimas, tudo por causa de um velho professor de literatura que amava Elizabeth Bishop e e.e. cummings.

'Let Evening Come'

Let the light of late afternoon
shine through chinks in the barn, moving
up the bales as the sun moves down.

Let the cricket take up chafing
as a woman takes up her needles
and her yarn. Let evening come.

Let dew collect on the hoe abandoned
in long grass. Let the stars appear
and the moon disclose her silver horn.

Let the fox go back to its sandy den.
Let the wind die down. Let the shed
go black inside. Let evening come.

To the bottle in the ditch, to the scoop
in the oats, to air in the lung
let evening come.

Let it come, as it will, and don't
be afraid. God does not leave us
comfortless, so let evening come.

-- Jane Kenyon


/happy mode definitely on

(3) comments



sexta-feira, dezembro 02, 2005

 
Cleaning Up

A melhor coisa de uma faxina é perceber que alguns fantasminhas do passado deixaram de nos assombrar há tempos. Cartas, fotos e trecos mil que há alguns meses ou poucos anos eu guardaria com o maior cuidado do mundo vão pro lixo sem a menor piedade.

Faz até mal guardar essas coisas. Não sou lá muito supersticiosa, mas acredito em energia, vibração, seja qual for o nome que se dê a isso. E é melhor jogar a negatividade fora, já, já. Começar o ano novo de quarto, armário e alma limpas :)

(1) comments

 
Hoje eu vou mudar... vasculhar minhas gavetas...

Eu tenho idade suficiente pra ter ouvido Vanusa quando criança, sim, e daí?

Então, a faxina. O Major deu o ultimato hoje, e eu tive que passar minha única manhã de folga da semana encaixotando livros.

A tal caixa da impressora do Júnior encheu em cinco minutos.

Daí o Major foi buscar a caixa da antiga CPU do Júnior. Que já está metade cheia.

E isso, com os livros que estavam espalhados por lugares improváveis pelo quarto, ou seja, em cima de cadeiras, na mesa do computador, na mesinha de cabeceira. Nem comecei a mexer nas estantes e no armário.

O bom disso é achar livros que eu não via há semanas porque estavam embaixo de outros, e eu tinha preguiça de tirar tudo de cima pra pegar. O ruim é que quanto mais eu encaixoto, mais trabalho aparece.

E o Major quer meus CDs embalados antes do Natal. ISSO vai ser um problema. Tem uns quinze no carro, e uns trinta fora do lugar. Sem contar os que estão em caixinhas trocadas.

Como eu cheguei a esse nível de desordem, só entende quem chega em casa às 10 da noite, sem forças pra nada e tão cansada que não consigo nem jantar - só cair no chuveiro e depois na cama.

E depois, tem os DVDs. Socorro!

(2) comments

 
Post dedicado à Sra. Lopez-Gomez Celis

Jacques Confirmed At BMW For 2006!



BMW have confirmed that Jacques will drive for the team in 2006.

After an interminable period rumours and counter-rumours, the team have announced that JV will partner Nick Heidfeld as the team prepare for their first season in F1 under the title of 'BMW Sauber'.

BMW Motorsport Director Mario Theissen explained: "We took a close look at Jacques' performance level at the end of last season. After an extremely tough first half of the year - which showed that even a former World Champion cannot come back after a period away and be competitive from day one - he got closer and closer to his team-mate over the second half of the season. We are in no doubt that Jacques will make the BMW Sauber F1 Team stronger."

Jacques, too, is looking forward to the challenges ahead.

"Between 1999 and 2004 I experienced first-hand the difficulties and complexities involved in setting up a new team," he said.

"But I've never been afraid of a challenge. Sauber was already a good team and now we also have the resources of BMW behind us. I will do everything I can to contribute to the success of the BMW Sauber F1 Team."

Jacques' first outing for the 'new' team will be next week at Jerez.


E aí, Elo? Vamos pro muro do grid em setembro? :)

(1) comments

 
Em clima de retrospectiva

Porque já é dois de dezembro, nossa! E 2005, definitivamente, escorreu rapidamente pelo ralo. Tinha tudo pra ser um ano bem difícil, mas acabou sendo apenas um ano logisticamente complicado. Se eu olhar rapidinho pra onde eu estava há doze meses - naquele estado de espírito "que-é-que-eu-faço-agora" que todo mundo experimenta depois de fechar um capítulo importante na vida (no caso, a pós-graduação), e comparar com o dia de hoje, é impressionante a quantidade de coisas que aconteceu. E eu ainda tenho coragem de reclamar pra bestest friend que às vezes me sinto entediada.

Profissionalmente, foi um ano e tanto - com sensação dupla de dever cumprido, porque a mudança da escola foi um passo importantíssimo pra todo mundo - uma atitude absurdamente corajosa da minha boss, e que graças a Deus e a uma equipe que gosta do que faz e se respeita, está dando muito certo. Quando eu vejo meus amigos reclamando (com toda a razão do mundo) de chefes sacanas, empresas que atrasam salário, ou não pagam, ou não assinam carteira, etc. etc. etc, "colegas" puxa-tapete e coisas do tipo, eu percebo que tive uma sorte danada -- o máximo de reclamação que eles ouvem de mim é um "puxa, que semana de cão" no sábado à noite, porque afinal de contas eu trabalho doze horas por dia e ninguém é de ferro.

Lógico que uma workaholic assumida tem uma vida social sacrificada e às vezes inexistente, mas eu consegui fortalecer amizades, ganhar outras (Deia e Juliana, os melhores presentes do ano), e recuperar antigas (Taci, minha amiga cineasta, que orgulho de você). Porque meus amigos são o meu alicerce, e não há nada do mundo que eu não faça por eles, mesmo de longe, mesmo trabalhando horas insanas e às vezes não conseguindo nem retornar uma ligação. Aqueles que me conhecem mesmo, e que conseguem me enxergar por detrás das crises de mau humor, da minha ironia às vezes cortante demais, e de uma atitude auto-suficiente que é verdadeira, sim, mas que não significa que eu não precise deles - eles sabem, porque eu faço questão de demonstrar, o quanto eles são importantes. E não há nada de errado em ir a uma corrida de F1 ou a um show sozinha. Eu já fiz isso. Mas compartilhar esses momentos com os amigos não tem comparação. Eu teria ido ao show do Ian McCulloch sozinha, mas foi muito melhor com a Beth e o Mau; teria ido ao GP Brasil em 2003 sozinha, mas com a Gil-com-o-queixo-no-muro-embaixo-do-temporal, foi duplamente inesquecível. E iria ao show do U2 sozinha, mas com a Dea e a Gil vai ser o máááááximo :)

E mesmo a situação mais difícil, a viagem do meu irmão, está sendo administrada de forma tranquila. Eu estava apavorada só de pensar como a minha mãe reagiria - ela e o moleque são a corda e a caçamba - mas ela está se mostrando surpreendentemente forte e equilibrada. E se ela está bem, eu e o meu pai conseguimos levar o resto adiante. Um ano, como 2005 provou, passa rápido.

Que venha 2006. :)

(4) comments

 
The clock keeps ticking



Terminei de ver a quarta temporada de 24 ontem, e pelo amor de Deus, os roteiristas sempre arrumam um jeito de deixar o coitado do Jack mais f*dido do que na temporada anterior. O que, obviamente, abre GRANDES possibilidades para a próxima.

E fala-se cada vez mais de um filme baseado na série - que, provavelmente, seria feito no estilo da TV, só que com duas horas em tempo real. Imaginem o trabalho louco que seria fazer um filme desses. E se dependesse de mim, a história poderia girar em torno daquela missão em Kosovo que é tão mencionada na primeira temporada. O que você acha, Expe?

(2) comments



quinta-feira, dezembro 01, 2005

 
Great News

A Gil está de volta à blogosfera!

A nossa amizade já existia antes de nos conhecermos, via Expe.
Ele percebeu que as duas juntas dariam certo - e como não? Em comum, logo de cara, paixão por F1, loucura pelo Senna e ódio mortal ao Schumacher (cujo nome ela sequer pronuncia). Grande companheira de viagem, senso de humor cáustico (combinando com a minha ironia constante), e do tipo que fala o que pensa sem a menor cerimônia.

Corra lá no Minha Vida Suburbana e faça uma visitinha ;)

(1) comments

 
*swooning*

O Franz Ferdinand confirmou no site oficial
(http://franzferdinand.org/gigs/) que são eles que vão abrir pro U2 no Brasil.

Segue as datas do site oficial deles:

FEB 12 MEX MONTERREY - Supporting U2
FEB 15 MEX MEXICO DF - Supporting U2
FEB 16 MEX MEXICO DF - Supporting U2
FEB 21 BRA SAO PAULO - Supporting U2
FEB 22 BRA SAO PAULO - Supporting U2
FEB 26 CHL SANTIAGO - Supporting U2
MAR 01 ARG BUENOS AIRES - Supporting U2
MAR 02 ARG BUENOS AIRES - Supporting U2

Hum, mas as datas do U2 são 20 e 21... de qualquer modo, é só trocar o dia da viagem. :)

Update: segundo a Dea, as atualizações no site do FF estão atrasadas. Os shows rolam dias 20 e 21 mesmo.

E nada como ir pro trabalho ouvindo City of Blinding Lights, sabendo que é a música que vai abrir o show ;)

Aliás, para aqueles que me olham de soslaio, certamente pensando "é louca, vai gastar uma fortuna pra passar dois dias em SP e ver um show", eu repito as palavras da Gil: as dívidas duram alguns meses, mas as lembranças são pra sempre!

E não é um show. É O show. Eu amo esses irlandeses desde os 16 anos, é mais da metade da minha vida. E com o FF abrindo, vai ser o presente de aniversário antecipado que eu pedi a papai do céu e ele finalmente decidiu que eu sou uma mocinha comportada :)

(4) comments